mkg

Seja Bem Vindo!

Peça de Teatro - O Amiguinho da Onça

Peça de teatro infantil

teatro

Sinopse:

Depois de apanharem muita chuva dormindo ao relento, a onça e o bodinho se conhecem e, após um breve diálogo, decidem que o melhor é construir a suas próprias casas. Logo ao nascer do sol, partem para a ação.

O bodinho encontra o terreno ideal numa clareira na floresta e, rapidamente, limpa o local e parte à procura do material necessário para a construção... Depois de muito andar a onça encontra o mesmo terreno e ao ver que está pronto para a construção e, crendo que é ajuda de Deus, agradece aos céus, toma posse da terra e também sai a procura do material necessário para a construir a sua casa...

O bodinho retorna e inicia o trabalho. A onça faz o mesmo. O trabalho de construção da casinha é ágil e rápida. Sempre que sai um entra o outro completando o trabalho. Finalmente, ao cair da noite tudo fica pronto. A onça agradece a Deus e o bodinho agradece ao "padinho" Padre Cícero. Mas, de repente, os dois ficam frente a frente percebendo que construíram juntos a mesma casa. Daí em diante começa o desenrolar da trama da história. A onça e o bodinho discutem, desmancham a casinha, pois acham que não podem continuar juntos por causa da incompatibilidade de gostos, gênio e idéias. A briga continua até que, através de longos diálogos, descobrem que haviam criado fortes laços de amizade.

teatro O espetáculo propõe:

Prender a atenção das crianças bem pequenas, apresentando numa linguagem simples e num ritmo ágil a interação necessária para a compreensão da convivência social do aprendizado infantil para o futuro adulto, em jogos recreativos e dramáticos, mostrando num teatro onírico e alegórico o desenrolar da vida.
Mostrar através da utilização dos animais, os vícios e defeitos dos seres humanos. Estimular a percepção infantil para a importância da colaboração mútua para uma solução mais fácil das dificuldades que aparecem no dia a dia.
Atuar na formação individual da criança, indicando e mostrando a interdependência entre seres humanos, fauna e flora, plantando uma visão ecológica.
Em resumo, este espetáculo é uma adaptação do folclore nacional, como as fábulas de Esopo, de uma maneira singela e simples, dá uma lição de vida, pois ensina que o dialogo e o amor, permitem refletir e que os erros dos seres humanos podem ser contornados na convivência tornando a vida bem melhor.
O espetáculo tem a duração de 60 minutos.
Indicado para crianças a partir de três anos e público em geral.

Ficha Técnica teatro

Adaptação: Cesar Teixeira

Direção: Sebastião Apollonio

Elenco: Arlindo Junior, Sandra Romero

Assistente de Direção e Divulgação: Marcio Rizzo

Figurinos / Cenários: Wilson Coca

Coreografia: Roberto Azevedo

Maquilagem: Cyros Bruno
Realização: MKG EVENTOS e Produções Artísticas

Produção Geral: Marcio Rizzo e Arlindo Junior